Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Sob um Paúl

Imagem
o inóspito frio desta vizinhança entre o mar e o vício trouxe-me a um pequeno bebedouro entroncado no recanto do bosque. dele não podia beber de outra forma se não a animalesca curvatura sobre meu próprio corpo para poder sequer ver a ínfima água que a sede suplicava. e a sede, e a sede e a sede, a sede fazia perder de vista tudo o que envolvia revolvendo. a pequena porção de água estagnada e suja revelou-se um conjunto de aguarelas vivas, que pulavam e salpicavam, tingiam e contagiavam. e a sede, e a sede e a sede, a beber, a beber e a beber. todas as cores estilhaçadas por este vitral aquático, tão mais sujo da terra que do que quer que em seu torno existisse. as árvores reluziam nela um verde macabro, desvendei por meio os tons esmeraldas do meu próprio mar. mergulhei e depois saltei, as algas entrelaçaram-me e comprimiram-me os pulmões que se começavam a inundar. talvez fosse apenas o antro de Anto e se a solidão me tivesse visto sonhar, talvez me garantisse uma mão a dar, uma ânc…

Zoroastro.

Imagem
Destati!
Sai da caverna antes do tempo para as estrelas da madrugada.
São como pirilampos, são como tudo o que há.
Tendi ta mano! Conhece a luz e o calor do sol, conhece o dia de chuva.
Os nossos animais não falam para te viciar, dizem mais que os eruditos.
Sempre preferi ser imbecil a um escadote. Sempre soube tropeçar.
Destati! Tendi ta mano! Um rapper pede humildade à maquilhagem.
E vangloriamos cada cicatriz aberta por cada âncora cravada na cara.
E mata-se deus, a pátria e a família. E sobram pussy, money, weed.
Rapidamente: o amor seca-nos os poros e a vida é tudo isto.
A única moção moral é que a perfídia tudo vence.
Mas padeceu, louco. Assim falava.
Assim observava os astros com que nos sonhou.
Assim falou.  Deixa consumir-te pelas tuas chamas. Como pretendes renovação sem cinzas?