neverending story.

"I'll curse your death, promise"
love letters in red.

o livro queimado pelas chamas da vaidade, ainda legível mas com um cheiro horrível está sobre a mesa. é o espelho dos meus sonhos, a minha derradeira ilusão.

olho-o, puxa-me e prende-me.

és tu o meu livro? és tu que me puxas e me prendes a ti, me mostras um história tão linda que me faz chorar de felicidade e de repente se torna no meu pior pesadelo, tão longo, tão decadente, tão interminável.

a história conta-me a minha perdição. o desistir de tudo. o quebrar das forças do mundo pelo sentimento.

don't call my fucking name.
uma floresta negra, nevoeirenta à noite. sombria. voam os pássaros do obscuro, rodeiam-me e assombram os meus pavores. o tempo estende-se mas isso é abafado pelo meu sofrimento. interminável. infinito. incrível. bicos cravados na pele... sinto-me Prometeu, sem a morte para escapar à dor. aproveitam-se da minha incapacidade de fugir desta situação como fugi de muitas outras antes.

és a minha história interminável. fazes-me sentir assim. és o meu medo do infinito, da incapacidade de fugir de ti. és como um livro que se fechou comigo lá dentro... e prendendo-me... ainda magoas mais.

"written on the pages is the answer to a neverending story"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Voa (Sonho)

Caos reflectido [666]

Estranho Caso